Sobre Mi

Rumbea Sin Parar

Vive la vida Loca

Uma Louça Quebrada e Nenhuma Roupa Lavada

1 0

#NOTIFARANDULA *** #CINE *** #ESPECTACULOS *** #EVENTOS *** #SHOWS *** #MÚSICA #PUBLICIDAD *** #NOTICIAS *** #CURSOS *** #OPORTUNIDADES ***

Em comemoração ao Dia Internacional das Mulheres e o Mês das Mulheres, vamos celebrar o feminino com a reestreia da peça  “Uma Louça Quebrada e Nenhuma Roupa Lavada “, dia 15 de Março no espaço Parlapatões.

 MULHERES  PAGAM  MEIA  ENTRADA ( durante toda a temporada )

Uma Louça Quebrada e Nenhuma Roupa Lavada

SINOPSE RESUMIDA: Espetáculo sobre violência contra a mulher. Composto por cenas curtas e fragmentadas, a dramaturgia é inspirada em pesquisas e depoimentos de mulheres que sofreram algum tipo de violência de gênero.

Uma Louça Quebrada e Nenhuma Roupa Lavada. A dramaturgia, assinada pela atriz e produtora Cléo Moraes, expõe casos de violência contra a mulher, com base em pesquisas e depoimentos colhidos na vida real.

O espetáculo foi premiado no 7º Festival de Teatro de Mogi Guaçu – SP, na categoria de MELHOR ILUMINAÇÃO,  MELHOR ATRIZ e 2º MELHOR ESPETÁCULO.

No palco, Cléo Moraes e a atriz Rosa Freitas (que reveza o papel com atriz Rita Lacerda) se multiplicam em outras inúmeras mulheres, numa narrativa não-linear. Por meio de cenas curtas e fragmentadas, com jogos teatrais intensos, as personagens relatam, sem pré-julgamentos, passagens de suas vidas e agressões sofridas.

A ideia de encenar Uma Louça Quebrada e Nenhuma Roupa Lavada, de acordo com a companhia, é tornar visíveis as diversas formas de violência presentes no cotidiano das mulheres. A montagem não apenas leva ao reconhecimento das várias formas de agressão (física, psicológica, moral, patrimonial e sexual), mas expõe fatores que contribuem para o silêncio das vítimas, como o medo, a vergonha, a falta de apoio de familiares e amigos, a discriminação social e o desconhecimento dos canais de defesa.

Segundo os criadores do espetáculo, essas violações dos direitos humanos que afetam mulheres no mundo todo, de todas as idades e condições sociais, “não podem ser banalizadas, vistas como corriqueiras e, muito menos, tratadas apenas como assunto privado”. “O silêncio”, lembram eles, “é cúmplice da violência”. E o teatro, entre todas as suas outras qualidades, torna-se “um instrumento para a reflexão, o debate público, a prevenção e o enfrentamento”.

 Sobre a Meraki Cia. Teatral: Meraki é uma palavra grega que significa “fazer algo com alma, criatividade ou amor. A companhia surgiu em 2013, quando profissionais que atuam na área teatral há mais de 25 anos, oriundos de diversos núcleos teatrais da Cooperativa Paulista de Teatro, decidiram se organizar para aprofundar seus debates e pesquisas teatrais. Entre as tantas inquietações sociais, a opção foi por dedicar-se às questões relacionadas à “violência contra a mulher” e ao universo feminino. Desde então, o grupo vem pesquisando o tema, entrevistando e colhendo depoimentos de vitimas de agressão de gênero. O material desse estudo resultou no processo de criação do espetáculo Uma Louça Quebrada e Nenhuma Roupa Lavada.

 

Ficha Técnica Completa

Espetáculo: Uma Louça Quebrada e Nenhuma Roupa Lavada
Criação: Meraki Cia. Teatral, em processo colaborativo

Texto: Cléo Moraes 

Elenco: Cléo Moraes, Rosa Freitas e Rita Lacerda  

Direção geral: Eduardo Osório 

Assistente de Direção, Preparadora Corporal e Coreógrafa: Jo Gomes 

Trilha Sonora: Eduardo Osório 

Vinhetas e Gravações: Wilson Sukorski 

Música composta: Marcos Munrimbau 

Projeto de Luz: Thiago Toledo 

Confecção boneca:  Milton Machado e Maisa Aché

Vídeos e fotografia: Alex Missaka 

Designer gráfico: Pedro Penafiel 

Produção executiva: Eduardo Mancini 

Direção de produção e administração: Cléo Moraes

 

* LINK DA PÁGINA DO NÚCLEO ARTÍSTICO NO FACEBOOK: https://www.facebook.com/merakiciateatral

Assessoria de Imprensa  - Eduardo Mancini – mantcha@uol.com.br ,caixadeideias@uol.com.br

Tel – 11.9.91754141 - 11.3804.8829

Álbumes

0 albums found
0 comentarios

Similar Articles